Coluna (Edição nº 9)
"Jornada Novas Tecnologias Reprodutivas Conceptivas (NTRc): Questões e Desafios", por Anna Paula Vencato (*)

O NIGS, Núcleo de Identidadede Gênero & Subjetividade, é um núcleo de pesquisa vinculado ao Programa de Pós-Graduaçao em Antropologia Social e ao Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências Humanas, ambos da Universidade Federal de Santa Catarina. O núcleo reúne cerca duas dezenas de pesquisadoras e pesquisadores com formação em diversas áreas, entre eles estudantes dos Programas de Pós-Graduação acima citados estimulando, desenvolvendo e implementando pesquisas sobre gênero, violência, política, identidade, reprodutividade e sexualidades. Desde 1992, o NIGS vem organizando e promovendo seminários de estudo que favorecem as discussões temáticas de suas linhas de pesquisa.

No último mês de março, o NIGS promoveu a Jornada "Novas Tecnologias Reprodutivas Conceptivas (NTRc): Questões e Desafios", que começou com a defesa da tese de doutorado, no Programa de Doutorado Interdisciplinar em Ciências Humanas, de Marlene Tamanini (orientada pela Profa. Dra. Miriam Pillar Grossi, Coordenadora do NIGs), intitulada "Novas Tecnologias Reprodutivas Conceptivas à Luz da Bioética e das Teorias de Gênero: casais e médicas no sul do Brasil". As jornadas do NIGS acontecem duas vezes por ano, reunindo pesquisadoras do NIGS e convidadas em torno de um tema ou da obra de alguma autora.

Esta Jornada teve duas sessões abertas à comunidade, dias 19 e 20 de março, na sala do Museu da Imagem e do Som, MIS, do Centro Integrado de Cultura, CIC, de Florianópolis. No primeiro dia falaram Marilena Correa (RI), Lucila Scavone (UNESP), Alejandra Rotania (Ser Mulher - RJ) e Rosana Machin, tendo Marlene Tamanini (UFSC) como debatedora. Na quinta falaram a Dra Kasuê Harada Ribeiro (médica, Florianópolis),

Fabiola Rohden (UERJ) e Debora Diniz (Anis - Brasília). Além dessas atividades abertas, durante o segundo dia do evento aconteceu um workshop fechado que contou com a presença de 20 pesquisadoras do tema de diversas instituições do país.

Os Anais do evento serão publicados e o NIGS continuará a organizar outras jornadas, ainda sem previsão de data.

Informações e contatos com a Prof. Dra. Miriam Pillar Grossi ou Prof. M.Sc. Rozeli Maria Porto

Para quem quiser conhecer um pouco mais sobre o assunto, recomendamos o artigo:

LUNA, NAARA. Pessoa e parentesco nas novas tecnologias reprodutivas Rev. Estud. Fem., 2001, vol.9, no.2, p.389-413. (Clique aqui para ler o artigo na íntegra.) 


(*) Anna Paula Vencato é mestre em Antropologia Social pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e participa do Núcleo de Estudos de Cultura Contemporânea - PPGAS/UFSC - e do Núcleo de Estudos de Identidade e Relações Interétnicas - PPGAS/UFSC.

 

 

Topo